Patrocínio

Post Top Ad

Destaques

Rede municipal de ensino de Foz se organiza para início das atividades em 2021


As aulas nas escolas que compõem a rede municipal de ensino de Foz do Iguaçu devem ser reiniciadas no dia 18 de fevereiro. A previsão segue o calendário da Secretaria Estadual de Educação e do Esporte, e a expectativa é que, no primeiro momento, as aulas sejam feitas de forma híbrida – com uma parte dos alunos presencialmente e também com ensino remoto. 

As escolas da rede municipal começam a ser preparadas para receber os alunos, assegurando todas as medidas sanitárias contra o coronavírus, como higienização dos espaços e distanciamento social das carteiras das salas. 

A secretária municipal de Educação, Maria Justina da Silva, se reuniu com secretários da mesma área da Associação dos Municípios do Oeste (Amop), para debater as melhores práticas para o retorno das atividades escolares. 

Maria Justina explicou que Foz do Iguaçu está se preparando para iniciar as atividades do ano letivo conforme a previsão, mas que a data depende ainda de confirmação do Governo do Estado que monitora a situação da pandemia da Covid-19 no Paraná. 

A secretária afirmou que a rede municipal programou para o primeiro trimestre a revisão dos conteúdos básicos repassados em 2020, para só então dar início aos conteúdos de 2021. “A intenção é garantir que esse conhecimento seja absorvido pelos alunos para que possam ter melhor compreensão ao conteúdo seguinte”, disse Maria Justina. 


Ainda conforme Maria Justina, o reforço incluirá apostilas de revisão, que serão disponibilizadas para todas as séries. Também serão feitas formações técnicas específicas para os docentes e ampliado o trabalho de reforço no contraturno escolar. Estão em licitação tabletes que podem atender professores e alunos do 5º ano, para reforçar o ensino com vistas à Prova Brasil, avaliação diagnóstica da qualidade de ensino das escolas públicas. 


Estrutura reforçada


No retorno presencial às aulas, muitos alunos da rede municipal encontrarão uma estrutura mais preparada para o ensino. É o caso, por exemplo, da Escola Municipal Altair Ferrais - Zizo, na Avenida Andradina. A unidade recebeu investimentos de cerca de R$ 1,5 milhão para a construção de novas salas, biblioteca, espaços pedagógicos, novos banheiros e calçadas, e substituição de pisos e revestimentos. 


A Escola Municipal João Adão da Silva, localizada no Lagoa Dourada, bairro de Três Lagoas, também recebeu uma série de melhorias e ampliações, como novas salas de aulas e de professores, novos banheiros, substituição de portas e instalação de divisórias, entre outras. O investimento foi de R$ 1,7 milhão. A expectativa é de que os trabalhos no local sejam concluídos nas próximas semanas. 


“A Zizo e a João Adão da Silva são dois exemplos de obras recentes, mas vamos seguir trabalhando para manter os espaços da rede municipal com a melhor adequação possível para atender os nossos alunos, além de investir na capacitação de professores e implementação de tecnologias para tornar o ensino cada vez melhor”, pontua a secretária.


Fonte: Assessoria

Postagens relacionadadas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar em nosso site, logo ele estará disponível para todos os usuários.

Patrocínio