Visitação no feriado reforça turismo regional em Foz do Iguaçu



Os extratos da visitação do feriado prolongado de quatro da Independência, no Parque Nacional do Iguaçu e na Itaipu Binacional, reforçam o perfil regional na retomada do turismo em Foz do Iguaçu. Dados divulgados nesta segunda-feira, 13, pela Secretaria Municipal de Turismo, Projetos Estratégicos e Inovação apontam que 97% e 99% dos visitantes nos dois atrativos são brasileiros. E a maioria, 48% e 56%, é do Paraná. No período, o parque recebeu 19.273 visitantes e a Itaipu, 7.869.


"Estamos muito otimistas porque os dados mostram que os estudos que fizemos estão corretos. Numa escala crescente, o turismo regional num raio de 500 a 1.000 quilômetros é o principal emissor neste período pós-vacina. Essa nova demanda é marcada pelo turismo rodoviário e aéreo como foi registrado no feriado e que deve se estender até o final do ano", disse o secretário municipal de Turismo, Paulo Angeli.


No parque nacional, a maior visitação disparada é de brasileiros (97%), seguido pelos paraguaios (2%), colombianos, russos e norte-americanos - 0,1% cada grupo. Da origem doméstica, os principais estados emissores foram Paraná (48%), São Paulo (20%), Santa Catarina (9%), Rio Grande do Sul (5%) e Minas Gerais (2%).


Lindeiros


Dos visitantes, 20% (1.829) moram nas cidades lindeiras, com destaque para Foz do Iguaçu (a ampla maioria - quase 80%), Medianeira, Santa Terezinha de Itaipu e São Miguel do Iguaçu. "A visitação deste feriado mostra que a tarifa diferenciada, com menores valores, para turistas brasileiros e do Mercosul é mais correta neste momento para a economia e até para o próprio parque", disse o prefeito Chico Brasileiro, que defende a manutenção dos valores das atuais tarifas aos lindeiros, brasileiros, paraguaios, argentinos e uruguaios.


Na Itaipu Binacional, a estratificação dos 7.869 visitantes mostram uma pequena diferença: brasileiros (99%), franceses (0,1%), paraguaios (0,08%), chineses (0,06%) e mexicanos (0,05%).  Da demanda regional, os percentuais se equivalem: Paraná (56%), São Paulo (23%), Santa Catarina (6%), Rio Grande do Sul (3%) e Minas Gerais (2%).


"A presença, embora pequena, de franceses, chineses e mexicanos na Itaipu, mostra também que Foz do Iguaçu superou mais de 20 mil visitantes neste feriado. Temos que observar ainda o turismo de compras no Paraguai e nas lojas francas de Foz, às visitas às famílias e o turista que optou pelo descanso nos hotéis que oferecem uma gama de atividades para o lazer e conforto", avaliou Chico Brasileiro.


"Esses ótimos resultados são decorrentes do avanço da vacinação, de campanhas como a Vem pra Foz, da Itaipu Binacional, e também da responsabilidade dos hotéis, atrativos turísticos e demais estabelecimentos da cidade com os cuidados para a prevenção do coronavírus", complementou o prefeito. 


Eventos


A Secretaria de Turismo registrou ainda a concessão de alvarás para 80 eventos no mês de agosto. Destes, 56 foram sociais, 18 corporativos e seis esportivos. Trinta por cento dos eventos tiveram a presença de mais de 300 participantes, pouco menos de 30%, 200 participantes; e mais de 40% a presença de 100 pessoas. Quase 50%, foram realizados em hotéis e mais de 65% em outros locais.


"O grande potencial no número de eventos corporativos vai ocorrer ainda neste mês de setembro, em outubro, novembro e na primeira quinzena de dezembro. Somente em outubro, vamos ter mais de quatro mil participantes. Mesmo assim, os números de agosto mostram uma média de 20 eventos por semana", disse Paulo Angeli.


Fonte: Assessoria

PATROCÍNIO https://agenciacrow.com.br/img/agcrow.gif

Postar um comentário

0 Comentários