Patrocínio

Post Top Ad

DesenvolvimentoDestaquesSaudeSlider

Samu de Foz do Iguaçu amplia número de profissionais e equipamentos para atender casos de covid-19




 O serviço passou por adaptações que contaram com o apoio da Prefeitura de Foz do Iguaçu, da Itaipu Binacional e da Secretaria Estadual de Saúde


O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência (Samu) de Foz do Iguaçu precisou se readequar, tanto no treinamento das equipes como no formato da assistência, para garantir o atendimento à alta demanda de casos de coronavírus. Somente em 2020, o serviço atendeu mais de 123 mil ocorrências. 


As adaptações foram feitas com o auxílio da Secretaria de Saúde de Foz do Iguaçu, da Itaipu Binacional e da Secretaria Estadual da Saúde, que adquiriram os insumos e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) necessários, previstos no plano operacional elaborado pelo Samu. Além disso, a Prefeitura também remanejou servidores de outros setores para o serviço e convocou aprovados em concurso público para compor as escalas de enfermagem. 


Segundo Ana Paula Campelo, coordenadora geral do Samu, a maior preocupação das equipes foi sobre como seguir com os atendimentos sem propagar o coronavírus para familiares e outros usuários, pois os atendimentos de outras urgências e emergências seguiram normalmente. 


“Fizemos treinamentos com as equipes do Samu no suporte básico de vida e também nos cuidados com a disseminação do Covid-19. Programamos rotinas de desinfecção das viaturas, tudo para oferecer segurança para todos”. 


Com o aumento do número de casos graves de Covid-19, foi necessária também a implantação de uma viatura específica para realizar a transferência de pacientes para os hospitais de referência.


A chamada Unidade Intermediária de Atendimento é composta por enfermeiro e motorista socorrista, e funciona como apoio à Unidade de Suporte Avançada. Ela é equipada como UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Móvel, com respirador pulmonar, bomba de infusão, incubadora de transporte e outros materiais essenciais para a prestação do serviço de emergência. 


“Essa ambulância passou a ser o nosso diferencial nesses casos de emergência durante esse momento da pandemia. Além dessa unidade, temos ainda duas Unidades de Suporte Avançada, também com os equipamentos de UTI Móvel, mas com médico fixo, cinco Unidades de Suporte Básico e duas motolâncias”.  


“O serviço do Samu tem sido fundamental para garantirmos o atendimento aos pacientes com covid-19, especialmente neste momento em que temos um número expressivo de casos e com gravidade. Por este motivo, este ano reforçamos o nosso compromisso com o serviço”, afirmou a secretária municipal de Saúde, Rosa Jeronymo. 


Pandemia aumenta casos graves em 2021


Até o momento, em 2021, foram registradas mais de 6.500 ligações para o serviço, com um expressivo aumento nos casos graves que necessitam de atendimento da Unidade de Suporte Avançado - foram mais de 780 somente até o dia 10 de março.  


“Esse alto número é consequência do atual momento da pandemia que estamos enfrentando. A maior parte dos pacientes é de suspeitos ou confirmados para o coronavírus e necessitam de um atendimento imediato com a viatura equipada”, afirma Campelo. 


Quando ligar para o Samu?


O Samu atende pelo 192 e deve ser acionado em situações de emergência para prestar atendimento a casos que possam levar ao sofrimento, sequelas ou mesmo à morte. O serviço também atende situações de natureza clínica, cirúrgica, traumática, obstétrica, pediátrica, psiquiátrica, entre outras, e funciona 24h.

Postagens relacionadadas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar em nosso site, logo ele estará disponível para todos os usuários.

Patrocínio