Patrocínio

Post Top Ad

Destaques

Secretaria da Educação registra furto de 50 computadores novos


A Secretaria Municipal de Educação registrou o furto de 50 computadores (40 completos e 10 monitores (HD)) novos. Os aparelhos estavam armazenados em caixas, em uma sala no prédio do Complexo Bordin, localizado na Avenida JK. O espaço é alugado pela prefeitura e também abriga outros departamentos. 

Segundo a secretária de Educação Maria Justina da Silva, a falta os equipamentos foi percebida há pouco mais de 15 dias. Há suspeita de que o furto tenha acontecido em um final de semana. O prejuízo, conforme apurado, foi de aproximadamente R$ 200 mil.  

“A gente não espera que vá acontecer uma situação dessas, mas infelizmente tivemos uma triste surpresa. Os computadores estavam em uma sala, onde nossos técnicos receberam da transportadora. Eles ficam armazenados e aos poucos vão sendo levados para fazer a instalação nas escolas. Eles estavam todos em caixas, são computadores novos”, contou em entrevista à Rádio Cultura. 

Os computadores seriam instalados nos Centros de Convivência do município para uso da população. Ainda não há detalhes de como o furto ocorreu, mas a suspeita é que os aparelhos tenham sido retirados por cima das divisórias que separam uma sala da outra dentro do complexo.

Por conta da quantidade, tudo indica que duas ou mais pessoas tenham agido juntas para remover os equipamentos do espaço. Como não há câmeras na sala onde os aparelhos estavam não é possível identificar a movimentação dos últimos dias no local para apurar suspeitos.

A secretária de educação disse que há guardas no local, porém nenhum deles flagrou o crime. Também não há indícios de arrombamento no prédio.  O alerta é para que a população fique atenta e desconfie de equipamentos sendo vendidos a preços mais baixos que o mercado. 

“O caso já está sendo acompanhado pela Guarda Municipal e Polícia Civil. Nós estamos aguardando porque estão sendo feitas as investigações. Ainda não temos informações sobre suspeitos, mas pedimos que a população fique atenta caso alguém apareça oferecendo computadores com preço diferente do que a gente está acostumado no mercado para que não sejam receptadores de um furto, de produtos que foram comprados com muito custo para que fossem instalados nos centros de convivência para o próprio uso da população”, ressaltou Maria Justina.

Fonte: GDia

Postagens relacionadadas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar em nosso site, logo ele estará disponível para todos os usuários.

Patrocínio