Patrocínio

Post Top Ad

DestaquesNovidades

Cohapar autoriza início das obras de 100 casas populares em Foz do Iguaçu


A Cohapar autorizou o início das obras de construção de 100 novas moradias populares em Foz do Iguaçu, com condições facilitadas de pagamento e custos reduzidos por meio do programa Casa Fácil Paraná. Os imóveis são voltados a famílias com renda mensal de um a seis salários mínimos. O investimento do Governo do Estado é de R$ 8,2 milhões.

Como Participar - Os benefícios aos futuros moradores que forem selecionados incluem a ausência de cobrança de valor de entrada, prestações com juros de 4% ao ano e um período de 30 anos para a quitação do imóvel. Os interessados devem acessar o site cohapar.pr.gov.br/cadastro e fazer a inscrição, informando os dados financeiros e de composição familiar.


Quem tiver dúvidas sobre o processo seletivo ou dificuldades para fazer a inscrição pode buscar atendimento no escritório regional da companhia pelo telefone (45) 3333-1100, que também funciona como whatsapp. O atendimento é prestado de segunda à sexta-feira, das 8h às 12h e 13h30 às 17h30.


O Empreendimento – As obras serão executadas pela construtora Guilherme, contratada pela Cohapar via 

licitação pelo critério de menor preço. A previsão de entrega é para julho de 2021.

Cada unidade conta com dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço externa. Os imóveis são financiados com recursos do Fundo Estadual de Combate à Pobreza.


As inscrições estão abertas pelo site da Cohapar e a comercialização das unidades iniciará a partir da conclusão do empreendimento. Serão chamadas, então, as famílias que se cadastraram até aquele momento com prioridade de atendimento conforme critérios da política estadual de habitação


"O conjunto habitacional fica no bairro Lagoa Dourada, as casas possuem de 43 a 50 metros quadrados", informa o coordenador do escritório regional de Cascavel da Cohapar, Gerson Paranhos.


A área onde o conjunto será construído foi doada pela Prefeitura de Foz do Iguaçu e possui mais de 21 mil 

metros quadrados. O repasse dos terrenos sem custos é um fator determinante que ajudou a reduzir ainda mais os custos de financiamento e, por consequência, o valor das prestações mensais a serem pagas pelos futuros compradores.


O levantamento topográfico e a preparação da área para a implantação da base estrutural onde as casas serão construídas já estão sendo providenciados pela construtora. Após a conclusão destas etapas, será iniciada a instalação das fundações.


Fonte: Assessoria

Postagens relacionadadas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar em nosso site, logo ele estará disponível para todos os usuários.

Patrocínio