Patrocínio

Post Top Ad

Saúde

Em 48 horas, Foz recebe 4.595 doses da CoronaVac


Entre sexta-feira, 4, e esta segunda-feira, 8, Foz do Iguaçu está recebendo mais 4.595 doses da CoronaVac. Na sexta-feira, a 9ª Regional de Saúde entregou 3.193 imunizantes referentes à segunda dose que serão aplicadas nos trabalhadores da saúde que estão na linha de frente da covid-19, aos idosos abrigados e as pessoas pertencentes ao grupo prioritário já vacinadas. Nas próximas horas serão entregues mais 1.402 vacinas destinadas a idosos acamados e com mais de 90 anos (802 doses) e trabalhadores da saúde (600).

No total, em 48 horas, a regional de saúde recebeu 8.016 para nove cidades: Foz do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, São Miguel do Iguaçu, Medianeira, Matelândia, Missal, Ramilândia, Itaipulândia e Serranópolis do Iguaçu. Desse total, 2.360 vacinas são do último lote de 147,2 mil doses recebidas neste domingo, 7, pelo Estado.


"Parte dessas doses será para vacinação dos idosos acamados e aqueles de mais idade, conforme recomendado pelo Programa Nacional de Imunização'', disse a secretária de Saúde de Foz do Iguaçu, Rosa Jeronymo Lima.


Vacinas - Foz do Iguaçu já recebeu 6.813 doses das vacinas: 4.353 da Coronavac e 2.460 da Astrazeneca. Outras 3.193 entregues vão ser usadas para aplicação da segunda dose dos já vacinados contra a Covid-19. A Secretaria de Saúde envia a lista de pessoas vacinadas para o Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual, Câmara de Vereadores e Conselho 


Municipal de Saúde.  

A vacinação da segunda dose começa na semana que vem e até agora Foz do Iguaçu já vacinou 5.085 pessoas, entre profissionais de saúde, idosos e deficientes albergados. 


A responsável pelas equipes de imunização, Adriana Izuca, explica que as doses escalonadas "vão reforçar a primeira dose". "Está previsto na cartilha de vacinação do Ministério da Saúde, inclusive é uma medida adotada para outros imunizantes, como as vacinas contra a febre amarela e a gripe", disse.


Para a aplicação das duas doses é preciso estar atento ao intervalo necessário, entre 14 e 28 dias, entre as aplicações, porém o Paraná adotou 25 dias. 


OMS - Rosa Jeronymo, lembra que a campanha contra a Covid-19, com a CoronaVac, iniciou no dia 20 de janeiro, recomendou a contínua orientação da Organização Mundial da Saúde de que as pessoas mantenham o uso de máscara e o distanciamento social.


"Centralizamos as doses em refrigeradores por uma questão de logística, de organização, de controle da vacina. Estamos com a guarda municipal 24 horas, monitorando tem todo um cuidado para não se perder e não correr o risco de ter vacinas furtadas", completou.


A Secretaria Estadual de Saúde reforça a orientação para que os gestores municipais agilizem o processo de aplicação das doses dentro dos grupos estabelecidos, utilizando as 1.850 salas de vacinas distribuídas em todas as cidades paranaenses, e para que não deixem vacinas estocadas.


Fonte: GDia

Postagens relacionadadas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar em nosso site, logo ele estará disponível para todos os usuários.

Patrocínio