Patrocínio

Post Top Ad

Saúde

Poliambulatório de Foz do Iguaçu realizou mais de 600 pequenos procedimentos


A Fundação Municipal de Saúde de Foz do Iguaçu (FMSFI) em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde retomou, na segunda-feira (4), os pequenos procedimentos e cirurgias de baixa complexidade no Poliambulatório Nossa Senhora Aparecida, no Porto Meira. Os serviços estavam suspensos devido ao recesso de final de ano.


Em dois meses, foram realizados 615 procedimentos; 467 em novembro e 148 em dezembro. “Estes procedimentos demandam apenas anestesia local, com altas no mesmo dia. Esse tipo de cirurgia ambulatorial proporciona maior segurança e retorno rápido do paciente ao seu ambiente familiar”, explica o diretor da Fundação Municipal de Saúde, Sergio Fabriz.


Dentro desse principio, o Poliambulatório realiza procedimentos cirúrgicos como de remoção de lipoma, cisto, vasectomia, lesão de pele, escarificação e cauterização, tumoração, fibroma, corpo estranho, entre outros.


Segundo a enfermeira da unidade, Giovani Aprigio, os pacientes tem elogiado o atendimento humanizado e recebem alta com a certeza de que todas as medidas e boas práticas de segurança estão sendo seguidas rigorosamente. “Tivemos um caso onde o paciente saiu da  consulta e depois de algumas horas recebeu o retorno da nossa equipe para fazer o procedimento. O feedback dele nos encheu de alegria”, exaltou a enfermeira.


Ana Cláudia Thomassem Ramos, de 23 anos, também foi uma das pacientes que utilizou os serviços oferecidos pelo Poliambulatório.  “Realizei uma pequena cirurgia de lipoma. O processo foi super rápido e eu nem esperava que seria chamada tão rápido”, afirmou. “Desde o atendimento inicial até as enfermeiras e a doutora Rafaela, todas me trataram muito bem” acrescentou a paciente.


Cirurgias eletivas


A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) determinou a suspensão das cirurgias eletivas (aquelas em que são agendadas previamente) nas redes do Sistema Único de Saúde (SUS) e também particular, por mais 30 dias em todo o Paraná, considerando o crescimento de casos de Covid-19. A decisão foi publicada na última segunda-feira (4). A nova resolução revoga a anterior (1412/2020), que já suspendia a realização das cirurgias eletivas entre 1º e 31 de dezembro de 2020.


O atendimento de urgência e emergência como, por exemplo, traumas causados por acidentes e complicações de outras doenças, continuam sendo realizados no Hospital Municipal Padre Germano Lauck.



Fonte: Assessoria

Postagens relacionadadas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar em nosso site, logo ele estará disponível para todos os usuários.

Patrocínio