Patrocínio

Post Top Ad

Destaques

Iluminação da BR-277 amplia corredor para turismo e aumenta a segurança


 O prefeito Chico Brasileiro destacou nesta sexta-feira, 22, que o convênio entre o Estado e a Itaipu para a iluminação dos trechos urbanos da BR-277 entre Foz do Iguaçu e São Miguel do Iguaçu mostra as importantes parcerias na retomada da economia do extremo oeste do Paraná. "A iluminação dará mais segurança aos moradores da região e também aos visitantes de outras cidades paranaenses que trafegam pela BR-277 para conhecer os atrativos turísticos de Foz", disse.

Segundo especialistas, a primeira leva de visitantes, no pós pandemia, será das grandes cidades que vão utilizar as rodovias paranaenses para chegar até Foz do Iguaçu. "Devemos receber famílias que usarão automóveis, próprios ou locados, para chegar até Foz do Iguaçu. Se projetarmos círculos, primeiro vamos receber os visitantes da região, depois das cidades dos grandes centros urbanos do Paraná e, em seguida, das cidades do interior de São Paulo, de Santa Catarina e Rio Grande do Sul", disse o secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Paulo Angeli.

Chico Brasileiro destaca também a importância de Itaipu na execução de obras estruturantes em Foz do Iguaçu, a começar pela segunda ponte sobre o rio Paraná, a implantação da Perimetral Leste, a reforma do terminal e a ampliação da pista do aeroporto internacional, e a duplicação da Avenida das Cataratas. "É um conjunto de obras sem precedente, um investimento que chega a R$ 1 bilhão". 

Plano de trabalho

A Agência Estadual de Notícias informa que o convênio de iluminação pública em LED é de R$ 18,6 milhões e prevê novos postes ao longo de 21 quilômetros. O plano de trabalho compreende os trechos urbanos entre os quilômetros 719 a 730 (Foz do Iguaçu), 707 a 712 (Santa Terezinha de Itaipu) e 686 a 691 (São Miguel do Iguaçu). 

A iluminação vai garantir mais segurança tanto aos moradores das três cidades quanto aos que a utilizam comercialmente ou para turismo. As novas lâmpadas minimizam, ainda, os riscos de acidentes e atropelamentos, além de adequar a BR-277, uma das mais importantes do Paraná, em relação às normas técnicas de iluminação vigentes.

A substituição de lâmpadas a vapor de sódio e mercúrio, combinação nociva ao meio ambiente, por luminárias de LED também traz eficiência energética, uma vez que há ganho de vida útil de até cinco vezes e nenhum problema de logística reversa. A vigência do convênio é de dois anos.


Fonte: Assessoria

Postagens relacionadadas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar em nosso site, logo ele estará disponível para todos os usuários.

Patrocínio