Patrocínio

Post Top Ad

Saúde

Campanha de vacinação contra a gripe imunizou mais de 21 mil idosos

A Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) ultrapassou a meta de vacinação contra a gripe em idosos, alcançando a marca de 106% de cobertura da população indicada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o que corresponde a 21.455 doses aplicadas.

Além de ultrapassar os indicadores, o município inovou e foi pioneiro ao implantar a vacinação de casa em casa com vistas a preservar o principal grupo de risco da COVID 19. “Não medimos esforços para garantir que equipes das 29 unidades de saúde fossem até as casas dos idosos para evitar que eles procurassem o sistema de saúde e a estratégia funcionou”, disse o vice-prefeito e secretário de saúde, Nilton Bobato.

Com o recebimento de novas doses, as equipes deram sequência ao trabalho de imunização casa a casa nesta terça-feira. Até amanhã (16) a meta é vacinar cerca de 800 idosos que agendaram o atendimento pela central telefônica. Pessoas com mais de 60 anos que por ventura não receberam a vacina podem ligar no 2105-1111 e solicitar o serviço.

“É importante reforçar para os idosos que não procurem as unidades e fiquem tranquilos que a vacina chegará até eles. Vamos vacinar a todos e todas e sabemos que o número da nossa população é maior que o apontado no IBGE”, ressaltou Bobato. Além de ultrapassar a meta prevista para idosos, a campanha também superou os indicadores para profissionais de saúde, com a cobertura de 104% nesse grupo, correspondente a 6.523 doses.

Primeira fase

Essa é a primeira fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe, que teve início no dia 23 de março. O Ministério da Saúde incluiu os caminhoneiros na segunda fase de vacinação contra a gripe, que começa no dia 16 de abril. A segunda fase inclui também doentes crônicos, profissionais de segurança, salvamento e motoristas de transportes coletivos e portuário.

Na terceira fase, que inicia em 09 de maio, serão vacinados os professores, as crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medida socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e adultos de 55 a 59 anos de idade.

“Mesmo com a data de encerramento estipulada pela campanha, continuaremos vacinando todos os idosos que solicitarem a vacina, e depois seguiremos para os profissionais de segurança pública, que serão imunizados no local de trabalho”, explicou Ricardo Lacerda, diretor de Atenção Básica.  


Fonte: Assessoria


Postagens relacionadadas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar em nosso site, logo ele estará disponível para todos os usuários.

Patrocínio