Patrocínio

Post Top Ad

Brasil

Depois de 90 dias da tragédia no Rio Paraná, corpo da última trigêmea é liberado


Prestes a completar 90 dias - três meses - somente nesta quinta-feira (5) foi liberado o corpo da adolescente de 13 anos que morreu afogada no Rio Paraná, em novembro de 2019, no Mato Grosso do Sul.

A Bianca, a última dos trigêmeos a ser encontrada depois da tragédia na Praia do Sol, região próxima ao Porto Izabel, em Mundo Novo, no Mato Grosso do Sul.

O homem de 47 anos, Marcos Roberto Campos de 47 anos, os três irmãos e o filho adolescente de 14 anos, foram até a prainha em 30 de novembro, no entanto logo que chegaram acabaram se afogando.

Marcos foi encontrado logo após o acidente, já os corpos de dois irmãos foram encontrados no dia seguinte ao acidente. Bianca só foi localizada cerca de 10 quilômetros de Guaíra, na comunidade de São João isso sete dias após o afogamento.

O corpo foi levado ao IML (Instituto Médico-Legal) de Toledo, no entanto não foi liberado aos familiares por conta de exames de DNA.

Devido ao estado avançado de decomposição, não havia possibilidade de fazer o reconhecimento da vítima. O IML extraiu amostras da ossada da adolescente e sangue da mãe para confrontar.
A demora, segundo o IML, é porque os dados são encaminhados à Curitiba e depende da demanda deles.
Os laudos confirmaram que se trata realmente da última trigêmea afogada. Os pais fizeram a liberação e o enterro será em Alto Piquiri, onde foram enterrados os outros dois gêmeos.

Postagens relacionadadas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar em nosso site, logo ele estará disponível para todos os usuários.

Patrocínio